quinta-feira, 30 maio, 2024
spot_img
HomeCidadesSão VicenteOrdem de serviço para início das obras do VLT na Área Continental...

Ordem de serviço para início das obras do VLT na Área Continental é assinada

Região ganhará quatro novas estações; cerimônia junto à EMTU marcou autorização para intervenções no trecho ferroviário da Ponte dos Barreiros

A manhã desta segunda-feira (11) marcou o início da realização de um sonho em São Vicente: o VLT vai, enfim, atravessar a ponte. Em evento com autoridades do Município e da EMTU (Empresa Metropolitana de Transportes Urbanos), o prefeito Kayo Amado recebeu a ordem de serviço autorizando o início das obras de extensão do meio de transporte à região. A cerimônia foi realizada na sede da Secretaria de Serviços Públicos.

O projeto é dividido em duas etapas. A primeira consiste na recuperação ferroviária da Ponte dos Barreiros, onde será ampliado o número de estacas, reestruturada a parte ferroviária e construída uma ciclovia, além da passarela para pedestres. A execução dos trabalhos é de responsabilidade do consórcio Paulitec-Agis. Já a segunda etapa contempla o trecho ferroviário pós-ponte, que ligará o veículo à Área Continental com a construção de quatro novas estações: Ponte Nova, Quarentenário, Rio Branco e o Terminal Samaritá. 

A conquista foi viabilizada por uma grande parceria entre Prefeitura, EMTU e Estado. O recurso necessário foi adquirido via repasses do Governo de São Paulo. 

O prefeito Kayo Amado recordou o cenário nebuloso ao qual o Município enfrentou no período em que a Ponte dos Barreiros esteve interditada. Ele não escondeu a alegria ao contemplar mais um avanço para a realização de um sonho na região. “Herdamos a Cidade com uma ponte em situação estrutural gravíssima. O recurso havia sido captado e a obra foi realizada com a nossa fiscalização. Agora, a do VLT é para aproximar o povo dos seus locais de trabalho. Trabalhamos com a EMTU para destravar todas as questões técnicas, ambientais e documentais. Hoje, depois de articulação técnica e política, agradecemos ao governador Tarcísio de Freitas, que fez com que esse convênio saísse do papel para a extensão do VLT se tornar realidade”.

“Tudo começou em 1997, quando tivemos a ideia de substituir o trem antigo pelo veículo leve sobre trilhos. Fizemos, então, o trecho que liga o Terminal Barreiros ao Porto de Santos. Teremos a segunda fase, que vai até o Valongo e, agora, o terceiro trecho, que se estende ao Samaritá. Nosso desafio é que o planejamento siga perfeitamente, respeitando o prazo, que é de dois anos. Hoje é uma data para selar esse grande avanço”, ressaltou o superintendente de Engenharia da EMTU, Pedro Luiz Machado.

Embora a fiscalização dos serviços seja de responsabilidade da empresa de transportes, a Administração Municipal acompanhará de perto a obra e seus prazos.

“O papel da Prefeitura foi articular com a EMTU a questão técnica; com o governador a questão política, mostrar a ele a importância política e social de uma obra como essa. Hoje conseguimos ver o fruto do nosso trabalho”, explica o prefeito. 

Próximos passos – “Estamos apoiando a EMTU na superação dos trâmites administrativos e burocráticos para a obtenção do licenciamento da obra e posterior licitação das obras da 2ª etapa da Fase 3”, detalha o subsecretário de Infraestrutura, Paulo Fiamenghi. 

No dia 10 de abril haverá, na Câmara Municipal, uma audiência pública correspondente ao segundo trecho da Fase 3. O Estudo de Impacto Ambiental (EIA) e o Relatório de Impacto Ambiental (RIMA) do projeto estão disponíveis para consulta até 9 de abril, no Paço Municipal (Rua Frei Gaspar, 384 – Centro), de segunda a sexta-feira, das 9h às 17h.

Desenvolvimento regional – A chegada do VLT à Área Continental é mais um demonstrativo de que a região vive um novo capítulo em sua história, com dignidade atravessando a ponte. Somam-se a esse projeto uma série de iniciativas que têm contemplado melhorias na saúde, como a entrega do PS do Rio Branco, na educação, como a inauguração da AMEI Rei Pelé, e no desenvolvimento urbano, como a reurbanização da Avenida Ulisses Guimarães – principal polo comercial da Área Continental. 

“Hoje é um dia histórico, de alegria. O VLT era uma questão de honra para nós. É uma obra para promover desenvolvimento, dignidade”, concluiu o prefeito Kayo Amado.

Além do prefeito Kayo Amado, do subsecretário de Infraestrutura, Paulo Fiamenghi e do superintendente de Engenharia, Pedro Luiz Machado, e demais representantes da EMTU, o evento desta segunda-feira contou com a presença da vice-prefeita Sandra Conti, da presidente do Fundo Social de Solidariedade, Thaynã Amado, dos vereadores Adilson da Farmácia, Alfredo Moura, Castelinho, Felipe Rominha, Jabá, Jailton Jatobá, Jefferson Cezarolli, Prof. Thiago Alexandre e Rodrigo Digão, e secretários municipais.

RELATED ARTICLES
Continue to the category

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here

- Advertisment -
Google search engine

Most Popular

Recent Comments